Posts Recentes

03 setembro 2009

pós-avaliação: tags e top cake

Vou, a partir deste mês, postar aqui minhas avaliações a respeito de todos os serviços e fornecedores que contratei pro meu casamento. Vou começar pela primeira coisa que comprei: as tags das lembrancinhas.
Quando vi o trabalho da Andressa Amaral (Maria Chiquinha) na internet, me apaixonei por seus traços delicados, pela qualidade de seus trabalhos. Resolvi comprar, ainda sem saber onde colocar, as tags das lembrancinhas. Todo nosso contato foi feito através de emails. Fiz o depósito e em alguns dias já recebi minhas 200 tags lindas, lindas.
Passado algum tempo, resolvi comprar o topo de bolo com ela também. Como já havia recebido um orçamento, queria apenas confirmar o valor. Já tinha aumentado. E para minha surpresa, agora ela tinha uma equipe. Tanto que quem começou a tratar comigo foi uma tal de Aline, uma anta, a pobrezinha.
Sobre ter aumentado o preço, sem problemas, afinal nem era um aumento e tanto. Mas, os problemas vieram depois. Na verdade, não foi problema-problemão, mas como sou chata, pra mim foi um saco.
O que aconteceu foi o seguinte, a Aline me passou um formulário pra eu preencher como queria os noivinhos (detalhes e tal). O modelo que eu escolhi, como ela mesma me disse, só era possível alguns pequenos detalhes no vestido, na roupa do noivo e alguns adereços. Tá.
Então, escolhi flores no cabelo da noiva, brilho no vestido, uma tattoo no ombro da noiva (uma estrelinha), o noivo de bermuda, prancha e uma cachorra. Isso porque eu já tinha olhado no site e visto vários modelos iguais ao meu em que havia muitos outros detalhes bem mais complicados, como um noivo pintor, grafiteiro sei lá, que tinha pincéis e latas de tintas. Enfim...
Algum tempo depois, a Aline disse que não dava pra fazer nada no vestido, a tattoo era impossível, não dava pra colocar o noivo de bermuda e a prancha era muito complicada. A cachorra podia ser. Gente, pensa comigo, uma prancha de surf é bem mais fácil de fazer do que um cachorro né? e pra quem faz uma calça, fazer uma bermuda, qual a dificuldade?
Bom, questionei, mas ela foi enfática dizendo que seu eu quisesse com todos esses detalhes, o preço era outro porque o modelo mudava. Bom, vai a merda então né. Resolvi abrir mão de tudo, menos das flores no cabelo (que ela não falou nada) e da cachorra.
No meio tempo da negociação, essa tal de Aline não trabalhava mais lá e aí finalizei a compra com um cara que não lembro o nome. Ele me mandou as fotos depois de eu pagar a primeira parcela do topo. E aí, adivinhem só, sem as flores no cabelo.
Puta falta de atenção. Eu fico PUTA com isso. Por que pede pra preencher um negócio se não vai prestar atenção no pedido? Eu sei, sou chata, mas é o que penso. E eu que já tava de saco cheio, fiquei ainda mais. Bom, reclamei, e aí pronto, botaram as tais flores no cabelo.
O resultado ficou lindo, porque como falei, o trabalho dela é muito bom. Mas eu me estressei. Claro que não é por isso que não indico, muito pelo contrário, indico sim. Afinal, a Andressa sempre foi muito legal comigo nas poucas vezes que falamos.
Fica aí a dica, a compra foi on line, pois ela é de BH, mas foi super segura. A entrega foi garantida e rápida. O resultado foi excelente, eu amei. Só não gostei desse impasse no meio de campo, mas no fim deu tudo certo.
Fornecedor: Maria Chiquinha
O que comprei: tags e topo do bolo

Satisfação: YYYY

tags

top cake

Para acessar o site, vá ao menu ao lado “Nosso Casamento”.

Postado por Juliana às 19:55

9 comentários:

Flá disse...

Oi Juliana!
Poxa, se tinha o formulário não devia ter nenhum erro!
Mas que ótimo que no fim deu tudo certo!

Beijos!
Flá

Lili Helena disse...

maravilhosos...boa dica...
vai pro meu caderninho de fornecedores..
espero sua visita...
bjus

Bia Bueno disse...

Nossa, que fofo ficou!!! =)))
Nem tudo é perfeito, né?

Bruh Barz disse...

Olá!! Que Lindo Topo de Bolo...e suas tags..ai meu deus perfeito!!!!

Seja Feliz!!!

Aparece lá no bLOG

Beijos

Gleice Giotto disse...

Morro de medo de comprar no escuro (internet), pior é que a adorei os noivinhos de uma moça q mora na Bahia hehehhehe, to ferrada.
Ainda bem q entre mortos e feridos nao saiu de todo mal suas coisinhas neh linda.

Cris disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Noivinha Alice Curcio disse...

Eu pedi um orçamento para a Maria Chiquinha pq achei o trabalho dela muito fofo, mas não gostei da forma como me mandaram o orçamento (uma coisa meio jogada, sem explicação) e tbm foi essa Aline que me atendeu!
Mas o que importa é que no final o rsultado ficou lindo!
Bjs

Andressa Amaral disse...

Oi Gente!
Bom, venho aqui para fazer uma réplica a esta postagem.
Primeiramente gostaria de me desculpar com a Juliana por não termos atendido às suas expectativas como deveríamos. É triste ver que nem sempre as coisas saem como a gente gostaria.
Assim como a Juliana, a Cris, a Alice, muitas outras pessoas gostam do meu trabalho (Graças ao meu bom Deus! =D). Sendo assim, fica difícil trabalhar sozinha e atender tanta gente de todo país ( e ainda exterior). Aí surge um problema, como atender tantas pessoas interessadas com qualidade e destreza?
Eu penso que para esse caso só há uma solução: Contratar pessoal!
Contratando as pessoas, eu poderia colocar mais gente para fazer o atendimento, produção, expedição, etc. Mas, há casos como o da modelagem, que prefiro continuar eu mesma fazendo e sozinha! Justamente para não alterar a qualidade, estilo de modelagem, etc, etc...
Então, como há uma grande procura pelas peças e não se tendo condições de aumentar a produção (sou uma só, com duas mãozinhas...rs) sem pecar na qualidade dos produtos, o que fazer?
Primeiro: Ajustar os preços! Isso é lei de mercado meninas! Além disso eu mereço além de valorização das minhas horas, descanso! Ainda mais agora que serei mamãe! 
Segundo: Trabalhar com gestão no atendimento e produção! Ou seja, muitas coisas acabam mudando... como o padrão de atendimento, a segmentação de produtos (topcakes Minimins, Little Love – como o da Juliana), os formulários e listas de detalhes, tudo para facilitar e agilizar toda a negociação.
Como a Juliana entrou em contato anteriormente e voltou a fazer a encomenda nesse estágio de transição acabou acontecendo isso. Para algumas pessoas essas mudanças são vantajosas (pois se não fosse as mudanças eu não teria como fazer a encomenda delas), para outras não.
O topo da Juliana foi o modelo Little Love que não aceita detalhes como tattoo, bermuda, etc, por ser um tamanho reduzido e com uma estrutura simplificada limitada a poucos detalhes. Esse é o formato definido para os Little Loves. Se a Juliana tivesse escolhido um modelo Minimim com certeza seria muito mais rico em detalhes.
Talvez o nosso erro tenha sido mesmo o atendimento, em não termos deixado mais claro essas condições. Sem querer culpar alguém, é muito difícil achar pessoas para trabalhar da mesma maneira que nós faríamos, com o mesmo carinho e empenho. Quem empreende alguma coisa, sabe do que estou falando.
Quanto ao “esquecimento” das flores, isso realmente aconteceu, e peço novamente desculpas por essa falha. Não sou perfeita e nem sempre tudo sai certinho! Até por isso, enviamos as imagens para conferência e aprovação do cliente antes do envio. Entendo que para algumas noivas, isso é mesmo um motivo de irritação, pois o casamento é uma fase turbulenta cheia de emoções. Lido com noivas todos os dias e por esse motivo eu tento a cada dia melhorar em todos esses aspectos.
Aproveito para responder a Cris, que precisou adiar sua encomenda fechada em dez/2008 ( com entrega para Nov/2009) para Jun/2010. Portanto, nesse caso, manter um valor por 1 ano e 7 meses seria complicado para qualquer empresa.
Para Alice, peço desculpas também em nossa equipe não ter atendido como ela merecia.
Isso nos ajuda a melhorar e escolher melhor o pessoal para nossa equipe!
Contudo, deixo aqui meu agradecimento pela oportunidade dessa réplica.
Um abraço e felicidade á todas as noivinhas!
Andressa Amaral.

Thalya disse...

Ficou lindo o seu topo do bolo...kkkk
Beijosssssss

Postar um comentário