Posts Recentes

14 agosto 2008

coisa difícil: parte II

Meus pais são separados desde sempre. Até uns 6/7 anos, costumava passar alguns finais de semana com meu pai. Mas, devido a várias coisas, o contato foi se perdendo durante e ao longo dos anos. Fiquei muito tempo sem nenhuma notícia e fui descobrindo aos poucos que já tinha mais quatro irmãos vindos de mais outros dois casamentos dele.
Há um tempo atrás ele tentou se aproximar, mas eu não tenho a menor vontade. Não porque tenha raiva ou mágoa. Já foi o tempo que isso mexia comigo. Hoje, infelizmente, sinto indiferença. Não tenho a menor vontade de conhecê-lo melhor, de falar com ele ou de saber de sua vida. É como um estranho pra mim.
Dias desses atrás, resolvi ceder um pouco à sua insistência e viajamos pra Minas pra rever a família dele. Fomos todos os seus filhos e foi aí que pude conhecer meus irmãos. Revi minha vó, minhas tias e alguns primos também. Foi uma viagem muito legal, conversamos. Mas é isso. É como um final de semana entre conhecidos e não em família.
Enfim, não faz parte dos meus sonhos entrar com meu pai no casamento. Na verdade, não faço nem questão de convidá-lo. É aquilo, pra mim, não faz a menor diferença. O problema é que me sinto constrangida se ele estiver lá e não entrar comigo, saca?
Não porque os outros vão comentar ou pensar, mas sei lá. Fica uma sensação de desrespeito. Só que não me vejo de braços dados com ele. Não faz o menor sentido ele me entregar ao meu noivo. Eles mal se conhecem. Aliás, meu pai mal me conhece.
Eu quero (e pretendo) entrar sozinha. Só não sei bem como administrar isso ainda. Sei lá. Acho que ele vai ficar bem chateado com isso. Paciência né? Eu é que não quero me chatear no meu casamento. Convidá-lo [de certa forma] já vai ser um sacrifício e confesso... me sinto um tanto obrigada a isso.
Não o convidei pra minha formatura, mas sei que ele ficou sabendo e sentiu um pouco por isso. Não sei, talvez só o tempo explique o que aconteceu com a gente. Ele tem uma ótima relação com os outros filhos. Mas comigo é diferente.
Não sei ainda o que vou fazer. De repente, até lá mudo de idéia. Sei lá, todo mundo merece uma chance na vida. Mas não sei se queria ele ao meu lado. Se pudesse, entraria com a minha mãe. Mas não dá. Então, por ora, prefiro entrar sozinha mesmo.
Postado por Juliana às 11:18

5 comentários:

Juliana Fiorin disse...

Ju, uma coisa que aprendi na vida: não sofrer por quem não merece. E se vc aha que ele não é merecedor então tome as decisões que vc tem que tomar. é dificíl, não sei mas imagino. Então, boa sorte e escute seu coração para poder tomar a melhor decisão.

Beijos e fique com Deus.

minhaquasenovavida disse...

Olha, perdi meu pai quando era mto novinha. Sei a falta que um pai faz. Acho que só de saber que temos pai e mae vivos (ainda que nao presentes em nossa vida) é um grande conforto.
Quem sabe voce nao da uma chance. Nao pra ele, mas pra voce. todos erram, e se ele tem um bom relacionamento com os filhos é pq com certeza ele sabe que falhou com voce.
Casamento é um recomeço. Pq nao recomeçar sabendo que vc fez tudo certo. Sem dar possibilidade ao arrependimento. Imagine daqui ha alguns anos, caso voces se reconciliem, voce olhar para tras e pensar que nao deu a chance do seu pai participar do seu casamento.
Beijos

Elaine disse...

Ju...
Minha sincera opinião...
Tente balancear o seu bem estar no dia mais feliz da sua vida, e o fato de mesmo distante, ele ser seu pai.
É como vc disse... ainda tem tempo p/ pensar nisso.
Faço votos que a sua decisão seja a melhor p/ todos.
bjs

*Lusinha* disse...

Ju, desculpa, mas não tenho o que dizer. Porque não sei o que faria no seu lugar.
Bjitos!

beijodepracinha disse...

Ju, acredite: eu sei EXATAMENTE o que voce sente. Meu pai muito provavelmente nao sera chamado, por motivos parecidos com os seus. Ele tambem nao foi chamado pro casorio do meu irmao. Nosso tio que saiu de bracos dados com mammy. Nao tem nada a ver. Vou entrar com a minha mae e ponto. Ela sim, foi pai + mae na minha vida. E nao me preocupo com o que os outros vao pensar.
(há, eu e a leitura de posts antigos... rs)

Postar um comentário